7 de agosto de 2009

Ushuaia - dia 6

  • Penúltimo dia e última noite no fim do mundo
  • Passamos o dia no Cerro.
  • Quando chegamos lá, já na base era possível ver os preparativos para o campeonato de ski. As equipes começaram os aquecimentos as 8h30, e as 10hs, quando chegamos, as tomadas de tempo já tinham começado.
  • A Ana está bem melhor no ski. Passou o dia na pista verde (iniciantes). Fiz um aquecimento das verdes intermediárias e depois passei para as azuis e vermelhas. Temos muitos vídeos e fotos para publicar, mas só vamos fazer isso quando voltarmos ao Brasil. Aqui o cansaço do dia não me deixa escrever mais do que cinco minutos e subir algumas fotos para o Picasa.
  • No almoço conhecemos a garota brasileira que está participando do campeonato, Chiara, filha de um italiano e uma brasileira de São Paulo. Tiramos uma foto e conversamos um pouco com ela. As francesas provavelmente irão ganhar todas, segundo ela. Elas estudam num colégio na França que fica no pé da montanha, então elas estudam de manhã e praticam ski a tarde... que chato.
  • Chiara não tem patrocinadores. Corre campeonatos que acontecem perto de onde ela está. Quando está na Itália, corre o circuito europeu, quando está no Brasil corre o sul-americano.
  • Depois do almoço fui descer uma pista azul que ficava bem no final da estação. Me perdi e acabei caindo numa roubada... um dos momentos mais difíceis que passei nos últimos anos. Precisei contornar um morro enorme beirando um precipício (inclusive com aquelas placas de gente caíndo. veja as fotos). A tortura durou uns vinte minutos... acabei cruzando com outros snowboarders que caíram na mesma roubada deitados no barraco recuperando o fôlego. No meu caso, fòlego não faltava, mas força nas pernas e pés. Quando a dor era insuportável eu parava e esperava passar... assim como as cãibras. Quando consegui visualizar um caminho de volta às pistas, passei por entre algumas árvores e cheguei no final de uma pista preta que leva até a base. Descer aquela "parede" foi fichinha perto do "perrengue" que tinha passado.
  • Mas....... para o meu alívio e satisfação consegui pegar, sem querer, o lift com a Chiara! E fomos conversando por dez minutos até a estação intermediária. Foi ai que ela me contou sobre os detalhes da sua vida na Itália e como é ser uma atleta de ski.
  • De vonta à cidade, fomos comprar produtos típicos e jantar. Comemos no Tanter Sara de novo. Um jantarzinho bom com preço honesto, R$27 cada.
  • Agora vamos arrumar as malas e deixar tudo pronto para amanhã. Vamos passar o dia no Cerro. Nosso vôo para Buenos Aires sai as 22hs, então dá tempo de esquiar bastante.
  • Até domingo a noite! ;-)
Algumas fotos.

Nenhum comentário: